Terça, 09 Abril 2019 01:47

 

vespa 01Hábitos

As vespas, também conhecidas como marimbondos ou cabas possuem algumas famílias que  são encontradas em todo território nacional. Existem espécies que formam grupamentos sociais e outras que tem hábitos solitários.

As operárias alimentam a cria (larvas) com proteína animal (geralmente insetos), já os adultos alimentam-se de néctar que tiram das flores. Possuem menos pelos que as abelhas e apresentam o corpo mais delgado.

Constroem seus ninhos de papelão cinza, fabricado com fibras obtidas de madeira decomposta, sendo essas fibras intensamente mastigadas e misturadas com saliva. A forma dos ninhos é muito variável, podem constituir-se de um único favo exposto fixado a alguma superfície por um pedúnculo, ou um ou mais favos envolvidos por uma cobertura denominada envelope, entre outros.

Numa colônia de vespas existe uma rainha e várias operárias e machos, sendo que estes últimos não tem ferrão.

 

vespa 02 

 

Ciclo de vida

Muitas espécies de vespas iniciam fundações por meio de enxames (como as abelhas). Os locais utilizados para construir os ninhos podem ser árvores, beirais de casas, toldos, janelas, etc.

Possuem metamorfose completa, passando pelas fases de : Ovo® larva® pupa® adulto

Em geral a rainha só tem por função botar os ovos, ficando a cargo das outras fêmeas a fabricação do vespeiro, defesa e alimentação das larvas.

 

vespa ciclo vida

 

mportância para a saúde

As vespas são consideradas animais peçonhentos por possuir, como as abelhas, um ferrão na região posterior do corpo que serve para inocular veneno. Sua ferroada pode causar reações alérgicas, cuja gravidade depende da sensibilidade do indivíduo, local e número de ferroadas, sendo aconselhável procurar atendimento médico.

 

Medidas Preventivas

Na realidade não se pode prever a chegada de um enxame e/ou estabelecimento de um vespeiro num local. Porém, existem algumas orientações importantes a fim de evitar acidentes.

Em caso de enxame viajante ou vespeiro já instalado:

  • não se apavorar porque elas não estão vindo para ferroar ninguém;
  • retirar do local ou das proximidades pessoas apavoradas, alérgicas à picada de vespas, crianças e animais;
  • não jogar nenhum produto sobre o enxame, como álcool, querosene, água ou inseticida; porque neste caso elas podem atacar.
  • não bater, ou tocar ou fazer movimentos bruscos e ruidosos próximos ao vespeiro.
  • entrar em contato com serviço especializado ou pessoas especializadas para a remoção do vespeiro, logo da sua instalação, para evitar que a população cresça muito.

 

A Manejo Pragas é especializado em soluções contra pragas urbanas em geral. Atendendo Campinas e região.

Terça, 09 Abril 2019 01:31

 

taturana 01Hábitos

As taturanas também conhecidas como taturanas, lagarta-de-fogo, mandorová, marandová, sauí, taturana-gatinho, entre outros, são na verdade, larvas de insetos que darão origem às conhecidas mariposas e borboletas.

As mariposas e as borboletas colocam ovos dos quais saem lagartas que se alimentam e crescem durante um determinado período de tempo de acordo com à espécie, trocando de pele sempre que crescem.

São normalmente encontradas em árvores frutíferas das quais comem as folhas.

Depois dessa fase de alimentação em que a lagarta já fez sua reserva de energia, a taturana tece um casulo (crisálida) e pára de se alimentar . Como crisálida, o inseto se mantém em estado latente, passando assim, do estágio de larva para o de adulto. Quando os órgãos já estão formados, o animal sai da crisálida, libertando o inseto adulto.

 

Importância para a saúde

Algumas taturanas têm aparência agressiva, porém, não oferecem riscos, outras podem causar acidentes, por conterem cerdas pontiagudas que contém veneno, causando queimaduras.

Os acidentes geralmente ocorrem em adultos ou crianças que manuseiam galhos, troncos e folhagens diversas, ocorrendo queimaduras principalmente nas mãos.

 

Medidas Preventivas

  • Ao colher frutas, apoiar-se ou recostar-se em árvores, ou plantas, observar se não existem taturanas no local, pois pode-se pressionar algum animal;
  • Evitar presença de crianças próximo à árvores ou plantas que contenham taturanas, pois principalmente crianças, são atraídas pelo seu colorido e podem querer tocá-las;
  • Como a taturana é uma fase da vida , deve-se evitar o local até que as mesmas entrem na fase de crisálida, posteriormente dando origem às mariposas e borboletas.

 

A Manejo Pragas é especializado em soluções contra pragas urbanas em geral. Atendendo Campinas e região.

Terça, 09 Abril 2019 01:26

 

pomba 01Hábitos

São aves de origem europeia e encontradas no mundo todo, com exceção nas regiões polares Norte e Sul. As aves especificamente os pombos, alimentam-se preferencialmente de grãos diversos e sementes de várias culturas de plantas. Também podem reaproveitar restos de alimentos quando não acham sementes para compor a sua dieta ou até mesmo buscam no lixo quando a escassez de sementes está mais rigorosa ou quando a oferta de lixo é maior que a de sementes próximo dos seus ninhos. Um outro agravante é a alimentação ativa fornecida por pessoas em centros urbanos tais como, praças, parques, residências e etc. Esse processo de oferta de comida abundante, acarreta no considerável aumento dessa população e quando não tomado nenhuma ação para controle de pombos, pode ocasionar no aparecimento de graves doenças para quem tem contato com as aves ou suas fezes.

Os pombos constroem seus ninhos em lugares diversos, mais preferem lugares de difícil acesso para lhes garantir mais segurança para si e seus ovos quando botados. Alguns exemplos de lugares que essas aves se abrigam são: prédios, torres de igreja, forros de casas e beirais de janelas. São animais de apenas um parceiro mantendo essa fidelidade pela vida toda.

 

Esses lugares de difícil acesso são ideias para a proliferação de pombos e a Barreira Magnética é a solução ideal para o controle total da população de pombos. Por se tratar de uma tecnologia que não agride o meio ambiente, o Pigeons Out pode ser instalado em qualquer edificação não trazendo quais quer danos aos seres vivos e aparelhos eletrônicos.

 

Ciclo de vida

Nos centros urbanos podem viver aproximadamente de 3 a 5 anos, e em condições de vida silvestre 15 anos. A fêmea faz os ninhos com materiais que encontra na redondeza de seus abrigos, e põe de 1 a 2 ovos que são incubados por um período de 17 a 19 dias. No nosso clima, em  boas condições de abrigo e alimento podem ter de 4 a 6 ninhadas por ano.

 

pomba clico vida

 

Importância para a saúde

Algumas doenças como criptococose, histoplasmose e ornitose são transmitidas através da inalação de poeira contendo fezes secas de pombos contaminadas por fungos (histoplasmose e criptococose) ou ricketsia (na ornitose). Elas comprometem o aparelho respiratório e podem também afetar o sistema nervoso central no caso da criptococose. A salmonelose pode ser transmitida pela ingestão de alimentos contaminados por fezes de pombos contendo o agente infeccioso Salmonela sp (bactéria), que compromete no aparelho digestivo. Ácaros de pombos provenientes  de aves e ninhos podem causar dermatites em contato com a pele do homem.

 

Medidas Preventivas

  • Umedecer as fezes antes de remove-las e utilizar máscara ou pano úmido na boca e nariz para fazer a limpeza do local;
  • Proteger os alimentos de possível acesso das aves;
  • Algumas medidas como telas nas aberturas, remoção de ninhos, mudança no ângulo de inclinação da superfície de pouso para 60º, fios de nylon em beirais servindo como barreira, bem esticados e presos nas pontas por pregos.
  • Não permitir o reaproveitamento por pombos das sobras de ração de animais domésticos. A população também deve ser esclarecida que o hábito de fornecer alimentos para pombos acarreta desequilíbrio populacional com proliferação excessiva dessas aves, desencadeando problemas para o meio ambiente e afetando a qualidade de vida das pessoas.

 

A Manejo Pragas é especializado em soluções contra pragas urbanas em geral. Atendendo Campinas e região.

Precisando de dedetização, descupização, desratização?